Comunique Erro

 
Nome:
E-mail:
Erro:
Fechar
Empresas amigas
Resultados de Exames

Consulta de resultados de exames

Área médica:
Resultados de Exames

Newsletter

Receba novidades da ACCG

Cotação On line

Faça sua cotação de forma rápida e prática em nosso sistema.

Fazer cotação
Licitações

Confira aqui as modalidades
que a ACCG oferece para licitações.

Tamanho da Letra A- | A+

GAPPO

O Grupo de Apoio Paliativo ao Paciente Oncológico (GAPPO) desenvolve um trabalho interdisciplinar que está de acordo com os princípios dos Cuidados Paliativos, que visam: promover o alívio da dor e de outros sintomas estressantes, reafirmar a vida e possibilitar que a morte seja vista como um processo natural, integrar aspectos psicossociais e espirituais ao cuidado, oferecer auxilio para o paciente viver tão ativamente quanto possível, oferecer suporte que auxilie a família e aos entes queridos a sentirem-se amparados durante todo o processo da doença.

De acordo com a OMS (2002), o Cuidado Paliativo é uma abordagem que promove a qualidade de vida de pacientes e seus familiares diante de doenças que ameaçam a continuidade da vida, através da prevenção e alívio do sofrimento, por meio da avaliação e controle da dor e outros problemas de natureza física, psicossocial e espiritual. Deve ser iniciado o mais precocemente possível, ainda durante o tratamento, e incluir os instrumentos necessários para compreensão e controle dos sintomas.

Neste sentido, o trabalho do GAPPO está voltado para a assistência global, atendendo o paciente fora de possibilidades de tratamento curativo e a sua família em suas múltiplas dimensões: biológica, psicossocial e espiritual.
A equipe multidisciplinar do GAPPO promove visitas domiciliares, proporcionando o controle da dor e outros sintomas aos pacientes fora de possibilidades de cura do Hospital Araújo Jorge e que moram num raio de até 35 km do centro de Goiânia, abrangendo as cidades de Aparecida de Goiânia, Trindade, Senador Canedo e Goianira.

O grupo foi criado em 1993, por iniciativa de alguns profissionais da ACCG, na tentativa de atender os pacientes do Hospital Araújo Jorge, unidade operacional da ACCG. No ano de 1996 foi estruturado o GAPPO, que hoje possui equipe formada por três médicos, uma psicóloga, uma assistente social, uma enfermeira, uma conselheira espiritual, sete voluntários e um motorista.

As atividades incluem as visitas domiciliares, reuniões da equipe, reunião pós-óbito, realização de procedimentos, telefonemas, doações de alimentos e medicamentos.

 “Ao GAPPO, (médico, enfermeira, assistente social, voluntários), posso chamá-los de amigos, tenho profunda gratidão pelo trabalho, disposição e pelos conselhos... Num momento difícil como esse, tudo que não precisamos é de pessoas endurecidas ou acostumadas com a situação dos doentes. O que vi foi tratamento especial a cada um, julgando-se pela importância do indivíduo e a humanidade com que trabalham. Espero que esta instituição seja vista como referência pela competência, pela voluntariedade e que cresça, para que muitos outros sejam ajudados como eu e minha mãe temos sido.” (Depoimento de uma cuidadora, filha de uma paciente do GAPPO).

Mais informações:

Telefone: 62 3243 - 7003/7327.

Endereço: Rua 237, nº143 - Setor Leste Universitário - Goiânia - GO.

 

  • Leia mais
Veja Também