Comunique Erro

 
Nome:
E-mail:
Erro:
Fechar
Empresas amigas
Resultados de Exames

Consulta de resultados de exames

Área médica:
Resultados de Exames

Newsletter

Receba novidades da ACCG

Cotação On line

Faça sua cotação de forma rápida e prática em nosso sistema.

Fazer cotação
Licitações

Confira aqui as modalidades
que a ACCG oferece para licitações.

Releases
  • Home
  • Comunicação
  • Releases
  • Jovem faz campanha entre amigos para arrecadar dinheiro para Hospital de Câncer Araújo Jorge (HAJ)
Tamanho da Letra A- | A+

Jovem faz campanha entre amigos para arrecadar dinheiro para Hospital de Câncer Araújo Jorge (HAJ)

Hiury Linhares ainda raspou cabelo como agradecimento depois de arrecadar R$1mil

Quando viu o sertanejo Cristiano, cantor que faz dupla com o paulista Zé Neto, raspar o cabelo durante uma live no último domingo (12), o consultor financeiro, Hiury Linhares, 28 anos, enxergou na atitude uma maneira de fazer uma das coisas que mais gosta: ajudar o próximo. Incentivado pela namorada, ele decidiu usar o Instagram para  criar uma espécie de corrente do bem e se comprometeu a se despedir das madeixas caso conseguisse arrecadar R$ 1 mil. Uma semana depois, com a ajuda de amigos, atingiu a meta. Nesta sexta-feira (17) ele dá adeus aos fios e entrega o valor arrecadado para a Associação de Combate ao Câncer em Goiás (ACCG).

A escolha da instituição tem relação com o passado de Hiury. Em 2014 ele acompanhou de perto a luta contra o câncer travada por uma ex-namorada. Depois de meses de tratamento ela saiu vitoriosa e o consultor financeiro, mais solidário. Dois anos depois acabou perdendo uma tia para a doença e desde então faz da causa uma de suas bandeiras. "Sempre que posso falo sobre o tratamento oncológico com amigos e conhecidos. Conto sobre a mudança na vida dos pacientes, sobre a importância das entidades filantrópicas e sobre como cada um pode contribuir", pontua, se referindo, em particular, ao trabalho realizado pelo Hospital de Câncer Araújo Jorge (HAJ) - principal unidade mantida pela ACCG.

No caso da dupla Zé Neto & Cristiano, a meta foi arrecadar 100 toneladas de alimentos que serão doados para famílias carentes, mais impactadas pela pandemia do coronavírus. Ao final da live o número dobrou, chegando a mais de 200 toneladas.  Depois do sucesso da ação, os cantores prometeram fazer outra apresentação, ainda sem data definida, mas com um novo desafio: “Se batermos 500 toneladas, eu vou raspar minha barba”, avisou Zé Neto, na ocasião.

Em tempos de quarentena

Com a hastag #VAIFICARCARECAHL, a iniciativa do consultor financeiro, Hiury Linhares, também tem relação, mesmo que indireta, com a Covid-19. "Muita gente esquece que apesar da quarentena, quem luta contra o câncer não pode suspender o tratamento. Os hospitais especializados têm que continuar funcionando e para isto, precisam mais do que nunca, de ajuda", comenta. Um exemplo é o HAJ, quase há dois meses vem enfrentando dificuldades financeiras, com a diminuição significativa de doações e um aumento considerável de gastos com Equipamento de Proteção Individual (EPIs), como luvas e máscaras.

Vaquinha virtual

Diante da pandemia do novo coronavírus, e levando em conta a fragilidade imunológica do paciente oncológico, a ACCG recorreu, inclusive, a uma campanha de financiamento coletivo. A vaquinha virtual, que pretende arrecadar R$500 mil, foi organizada no site Benfeitoria e pretende criar um fundo emergencial para arcar com despesas fixas do hospital, além de servir como segurança diante de um possível agravamento da infecção pela Covid-19.

A doação de Hiury não será feita por meio da vaquinha virtual, e sim diretamente à unidade de saúde, mas assim como toda contribuição que chega à ACCG, o valor vai ajudar no tratamento de excelência oferecido a pacientes com câncer, quase 100% atendidos pelo SUS. Só em 2019, o HAJ realizou mais de 1 milhão de procedimentos. "Não poderia pensar num propósito mais nobre para raspar o cabelo. E olha que sou muito vaidoso", brinca.

O consultor financeiro lembra que a última vez que ficou careca foi em 2009, quando foi aprovado no curso de Sistema de Informação na Universidade Federal de Goiás (UFG). "O lance de raspar o cabelo tem relação com uma mudança muito comum na aparência dos pacientes com câncer. Pra mim é sinal de luta, de garra. Acho que é a mensagem perfeita para o momento que estamos vivendo", opina. A ideia é que a iniciativa sirva também para influenciar outras pessoas. "Precisamos olhar com mais carinho para o próximo. E não somente em situações de crise. Ajudar, mesmo com pouco, faz a diferença na vida de muita gente."

Veja Também