Comunique Erro

 
Nome:
E-mail:
Erro:
Fechar
Empresas amigas
Resultados de Exames

Consulta de resultados de exames

Área médica:
Resultados de Exames

Newsletter

Receba novidades da ACCG

Cotação On line

Faça sua cotação de forma rápida e prática em nosso sistema.

Fazer cotação
Licitações

Confira aqui as modalidades
que a ACCG oferece para licitações.

Notícias
Tamanho da Letra A- | A+

Palhaços Patati e Patatá visitam crianças internadas na Pediatria do HAJ

Destaque

A conhecida dupla de palhaços Patati e Patatá fizeram uma visita ao Setor de Oncologia Pediátrica do Hospital Araújo Jorge (HAJ), unidade mantida pela Associação de Combate ao Câncer em Goiás (ACCG). Os palhaços encantaram as crianças e adolescentes em tratamento, fazendo brincadeiras e tirando fotos com elas. Por onde passavam arrancavam sorrisos e gargalhadas.

Patati e Patatá fizeram a visita ao Hospital aproveitando que estão fazendo parte do espetáculo do Circo Panamericano, que cumpre temporada na capital. O gerente e administrador do circo, Fabrício Camargo Antunes, lembrou que é a segunda vez que a dupla visita a unidade de saúde, e que este trabalho solidário é feito também em várias cidades. “Eles são ícones desta nova geração, estão no mundo todo, e aproveitamos estas visitas às cidades para fazer estas ações”, afirmou.

A dupla de palhaços registrou a boa impressão que teve  no contato com os pequenos pacientes do Araújo Jorge. “Foi uma maravilha ver este sorriso no rosto de cada um deles”, disse o Patati. “O mais importante é que o sorriso nunca empobrece quem dá e sempre enriquece quem recebe. É muito importante esta troca. Essa é uma sensação maravilhosa, e a nossa filosofia: levar alegria para as pessoas”, afirmou o Patatá. 

Segundo a médica oncologista da Pediatria do HAJ, Patrícia Carneiro de Brito, interações como o contato com os palhaços ajuda  no tratamento das crianças. “A criança fica muito isolada da família, das coisas alegres que eles faziam, e tudo que for para trazer alegria, para dar ânimo para elas, é muito bem-vindo, é muito bom”, avalia.

Mãe do garoto Leonardo, de 7 anos, Francinalva Vieira Silva diz que o filho ficou muito animado com a visita dos palhaços: “Ele é muito fã deles. O dia a dia aqui, por causa da doença, é difícil, mas hoje, com certeza, melhorou muito para todas as crianças”, disse.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Veja Também