Comunique Erro

 
Nome:
E-mail:
Erro:
Fechar
Empresas amigas
Resultados de Exames

Consulta de resultados de exames

Área médica:
Resultados de Exames

Newsletter

Receba novidades da ACCG

Cotação On line

Faça sua cotação de forma rápida e prática em nosso sistema.

Fazer cotação
Licitações

Confira aqui as modalidades
que a ACCG oferece para licitações.

Notícias
  • Home
  • Comunicação
  • Notícias
  • Em Goiânia, ACCG receberá R$ 176.653, para aquisição de móveis e equipamentos médicos hospitalares
Tamanho da Letra A- | A+

Em Goiânia, ACCG receberá R$ 176.653, para aquisição de móveis e equipamentos médicos hospitalares

Destaque

O Instituto Ronald McDonald comemora um novo recorde de arrecadação do McDia Feliz. A maior campanha nacional em prol de crianças e adolescente com câncer superou todas as expectativas e arrecadou R$ 17,3 milhões em todo o Brasil, um crescimento de 33% em relação aos R$ 13 milhões obtidos no ano passado.

Em Goiânia, a ACCG receberá R$ 176.653,70 para a aquisição de móveis e equipamentos médico-hospitalares para o setor de pediatria do Hospital Araújo Jorge. O projeto tem como objetivo potencializar o atendimento aos pacientes e manter o padrão de excelência e de eficiência no diagnóstico e tratamentos de câncer.

O McDia Feliz é o dia de maior movimento no ano nos restaurantes da rede. Em 2011, somente no último sábado de agosto, foram vendidos 1,6 milhão sanduíchesBig Mac® em todo o país, o que contribuiu para a arrecadação recorde. Também somaram para o sucesso da campanha a comercialização de tíquetes antecipados e de produtos promocionais, como camisas e canecas vendidos pelas instituições.

Toda a arrecadação da campanha será revertida para 73 projetos de 59 instituições de todo o Brasil, que irão beneficiar cerca de 30 mil crianças e adolescentes em tratamento oncológico e familiares.

Ao longo dos últimos 23 anos, os recursos da campanha têm viabilizado a implantação de unidades de internação, ambulatórios, salas de quimioterapia, casas de apoio e unidades de transplante de medula óssea, entre outros projetos em benefício de crianças e adolescentes com câncer. Todos estes projetos têm ajudado a transformar a história da oncologia pediátrica brasileira. Se há 30 anos, as chances de uma criança com câncer ser curada eram de 15%, hoje este índice pode chegar a 85%, desde que os pacientes sejam diagnosticados precocemente e tratados adequadamente.

A destinação e utilização dos recursos é acompanhada pelo Instituto Ronald McDonald, além de passar por auditorias que atestam a transparência do processo. Todas as informações sobre arrecadação e destinação de recursos são disponibilizadas nos Relatórios Anuais de Atividades, disponíveis no site www.instituto-ronald.org.br.

Fonte: Comunicação Interativa (www.comunicacaointerativa.com)

Veja Também