Comunique Erro

 
Nome:
E-mail:
Erro:
Fechar
Empresas amigas
Resultados de Exames

Consulta de resultados de exames

Área médica:
Resultados de Exames

Newsletter

Receba novidades da ACCG

Cotação On line

Faça sua cotação de forma rápida e prática em nosso sistema.

Fazer cotação
Licitações

Confira aqui as modalidades
que a ACCG oferece para licitações.

Notícias
Tamanho da Letra A- | A+

ACCG comemora aprovação do Estatuto do Portador de Câncer



    O projeto de lei que prevê a criação do Estatuto do Portador de Câncer foi aprovado nesta quarta-feira, 09, durante sessão ordinária da Assembléia Legislativa. Os deputados estaduais presentes na sessão aprovaram o projeto por unanimidade. Na quinta-feira, os deputados Hélio de Sousa e Wagner Guimarães, proponentes do projeto na Assembléia, apresentaram o conteúdo do documento aos deputados. Na oportunidade, eles enalteceram o trabalho promovido por todos os envolvidos.
    O Estatuto do Portador de Câncer se originou a partir de um projeto de pesquisa apresentado pela médica da Associação de Combate ao Câncer em Goiás, Dra. Juliana Castro Dourado Pinezi, à  Fundação de Amparo à Pesquisa (FAPEG), no edital CHAMADA PÚBLICA N° 01/2008 - Fomento a Pesquisas em Áreas Estratégicas. Assim que o projeto foi apresentado aos deputados Hélio de Sousa e Wagner Guimarães obteve o apoio dos mesmos que se responsabilizaram por permitir que a Lei pudesse ser criada. A criação da lei do Estatuto do Portador de Câncer também contou com a parceria e apoio da Secretaria de Ciência e Tecnologia e do Núcleo Esperança.
            Na tribuna, o deputado Hélio de Sousa ressaltou a agilidade da aprovação do Estatuto do Portador de Câncer na Casa Legislativa. Para ir ao plenário, o projeto ficou menos de dois meses na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). “Estou confiante que os portadores de câncer em nosso Estado conquistarão os benefícios que têm direito”, comemorou o deputado. O projeto agora será encaminhado ao Gabinete Civil para ser sancionado pelo Governador, Alcides Rodrigues, e, em seguida, publicado como Lei Ordinária no Estado de Goiás.
 

Veja Também